Governo estima impacto positivo de R$ 20 bi com o eSocial

Por Idiana Tomazelli, Carla Araújo e Tânia Monteiro

O governo estima que terá economia de despesas e ganhos de receitas próximos a R$ 20 bilhões com a implementação do eSocial, sistema simplificado para recolhimento de obrigações previdenciárias, trabalhistas e fiscais. O cálculo é da Receita Federal e foi apresentado nesta quarta-feira, 29, pela Casa Civil. O eSocial integra o conjunto de medidas do programa Brasil Eficiente, que visa à desburocratização de serviços e sistemas do governo.

O eSocial integra o recolhimento de 15 obrigações devidas pelas empresas, como FGTS, contribuição previdenciária, além da prestação de informações para o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged, que acompanha o mercado de trabalho formal no País) e sobre a folha de pagamento. "O eSocial é nosso maior esforço na simplificação e coleta de tributos", disse a subchefe de articulação e monitoramento da Casa Civil, Natália Marcassa.

Em 8 de janeiro de 2018, o eSocial já estará disponível para empresas com faturamento acima de R$ 78 milhões. Depois, a expectativa é ir estendendo o sistema às demais companhias ao longo do próximo ano.

"A estimativa da Receita é que implementação total permita que empresas diminuam o tempo gasto de 2.000 horas anuais para 600 horas anuais nesse processo", disse Natália.

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-estima-impacto-positivo-de-r-20-bi-com-o-esocial,70002101327

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Blog da BlueTax.

Join Blog da BlueTax