SPED – NF-e – XML baixado do Portal Nacional vale?

Já é possível realizar download do arquivo digital da Nota Fiscal Eletrônica, o da NF-e, através do Portal Nacional (www.nfe.fazenda.gov.br).

O documento pode ser baixado por meio de certificado digital, desde que o CNPJ do certificado seja a origem ou o destino da NF-e. Mesmo as pessoas físicas podem baixar as notas emitidas para elas, desde que seja utilizado o e-CPF do destinatário.

Obtendo o XML de a partir do Portal Nacional

1) Entre no Portal Nacional, acesse a função “Consulta Resumo da NF-e

portal nacional nfe baixando 1 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

2) Digite o código de acesso e os caracteres ao lado

portal nacional nfe baixando 2 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

3) Clique no botão “download do documento”

portal nacional nfe baixando 3 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

Comparando o XML obtido no Portal Nacional da NF-e com o original

Para verificar se o arquivo fornecido pelo Portal da NF-eseria um arquivo válido, realizei alguns testes. O primeiro foi um comparativo visual entre o XML obtido e o original, conforme abaixo.

O XML da esquerda representa o original, e o da direita, o que consegui através do Portal Nacional.

 

comparando nfe baixadadoportal com original1 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

comparando nfe baixadadoportal com original2 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

comparando nfe baixadadoportal com original3 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

comparando nfe baixadadoportal com original4 XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

Note que os arquivos não são idênticos (conforme o leitor Thomas comentou). Contudo, os campos  estão com os mesmos valores, inclusive os relacionados à autorização de uso e assinatura digital estão com o mesmo conteúdo. Veja as TAGs:

  • <DigestValue>
  • <SignatureValue>
  • <X509Certificate>
  • <nProt>
  • <digVal>
As diferenças são:
1. TAG infNFe
Original:

<infNFe versao=”2.00″ Id=”NFe31110801152671000483550550000886741000886747″>

Baixado do Portal:

<infNFe Id=”NFe31110801152671000483550550000886741000886747″ versao=”2.00″>

2. TAG protNFe
Original:

<protNFe xmlns=”http://www.portalfiscal.inf.br/nfe” versao=”2.00″>
<infProt>

Baixado do Portal:

<protNFe versao=”2.00″>
<infProt Id=”ID131110447743211″>

Validando o XML obtido no Portal Nacional da NF-e através do Visualizador DF-e

Outro teste que realizei foi submeter o XML obtido às validações do programa Visualizador de Documentos Fiscais Digitais (DF-e) – fornecido pela própria Receita Federal.

O XML foi validado:

  • quanto à integridade do certificado digital, garantindo que a assinatura digital é válida
  • quanto ao protocolo de autorização de uso da NF-e

Confira abaixo a sequência de testes realizados:

baixada portal certificado XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

baixada portal autorizacao XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

Validando o XML obtido no Portal Nacional da NF-e através do Validador da

O arquivo foi validado sem erro através do sistema Validador de NF-e da SEFAZ/RS: http://www.sefaz.rs.gov.br/nfe/nfe-val.aspx

baixada portal validador nfe sefazrs XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

Validando o XML adulterado obtido no Portal Nacional da NF-e através do Validador da SEFAZ/RS

Alterei um único caracter de um campo da NF-e  do arquivo XML  e ele não foi validado  através do sistema Validador de NF-e da SEFAZ/RS: http://www.sefaz.rs.gov.br/nfe/nfe-val.aspx

baixada portal validador nfe sefazrs adulterada XML de NF e baixado do Portal Nacional vale?

 

Arquivos utilizados para os testes

Continuo a realizar testes e, para quem quiser testar também, deixei ambos arquivos disponíveis:

 

Conclusão

 

Até o momento, não encontrei motivos técnicos nem jurídicos para considerar o XML disponibilizado pelo Portal Nacional da NF-ecomo inválido. As pequenas diferenças de um arquivo para o outro não invalidaram a assinatura digital do documento, de forma que a garantia jurídica dos documentos digitais é dada pela Medida Provisória 2.200 de 2001.

A assinatura digital é válida porque o algoritmo criptográfico utilizado (MD5) utiliza os dados da Nota Eletrônica (TAG infNFe); e os campos que estão diferentes não interferem neste cálculo, conforme explicado abaixo:

“os dados que devem compor o input, para o cálculo do valor hash, por meio do algoritmo MD5, são os valores dos atributos das tags e os conteúdos das tags concatenados em uma única string, na ordem de ocorrência dos mesmos, desde o início do arquivo até o final, excetuando-se o epílogo do arquivo. Não devem ser considerados caracteres como espaço, tabulação, retorno de linha, etc, ou seja, caracteres de formatação/indentação do arquivo XML. Vale lembrar que o valor hash deve estar em caracteres maiúsculos.” (Fonte:http://www.ans.gov.br/)

“A assinatura do Contribuinte na NF-e será feita na TAG <infNFe> identificada pelo atributo Id, cujo conteúdo deverá ser um identificador único (chave de acesso) precedido do literal ‘NFe’ para cada NF-e conforme leiaute descrito no Anexo I. ”  (Fonte: Manual de Integração Contribuinte)

 

Por Roberto Dias Duarte

 

http://www.robertodiasduarte.com.br/xml-de-nf-e-baixado-do-portal-n...

 

Exibições: 2053

Comentar

Você precisa ser um membro de Blog da BlueTax moderado por José Adriano para adicionar comentários!

Entrar em Blog da BlueTax moderado por José Adriano

Comentário de José Adriano em 3 abril 2012 às 13:31
Comentário de DANIEL DAGER ROSA COSTA em 26 março 2012 às 22:15
Utilizei o xml baixado do site daRFB e importei as notas fiscais no meu ERP e as notas estao ok! Acredito q o arquivo seja totalmente valido!
Comentário de José Adriano em 23 março 2012 às 12:39

Apoio

http://picasion.com/

Receba a Newsletter Diária

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Apoio

© 2019   Criado por José Adriano.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço